Descubra o que é recuperação ativa

Até o começo dos anos 2000, era recomendável aos atletas o repouso absoluto após um treino puxado ou a participação em uma competição. Hoje, a medicina esportiva mostra que, ao contrário do que se imaginava, praticar um exercício leve durante o período de recuperação, é benéfico.Se você gosta de futebol, já deve ter reparado que, no dia seguinte ao jogo do seu time do coração, os jogadores se reapresentam no centro de treinamento para uma atividade regenerativa. Essa prática é chamada de recuperação ativa.

Sobre o assunto, é comum ocorrerem dúvidas como o que é a recuperação ativa e quem pode praticá-la, somente atletas ou qualquer pessoa?

Bem, para ajudar a acabar com essas dúvidas, vamos começar definindo o que é a recuperação ativa. Essa se configura pela prática de um exercício de baixa intensidade durante o período de recuperação de outra atividade de maior intensidade.

Esses exercícios são atividades que, quando realizadas, exigem baixa capacidade pulmonar, algo entre 29% e 40% da sua capacidade de respiração. Ao serem praticados, causam o aumento do fluxo sanguíneo, da oxigenação dos músculos e contribuem com a eliminação das enzimas responsáveis pela fadiga e lesões musculares.

Vale destacar que essas atividades de baixa intensidade devem ser praticadas em um intervalo de duas a vinte e quatro horas após a atividade principal. Alguns exemplos de exercícios de baixa intensidade são: alongamentos dinâmicos, trotes leves e corrida na água.

Outra opção, também crescente entre os atletas profissionais, é o uso de um eletroestimulador. Já que atua diretamente no músculo, seus efeitos são potencializados. Outra vantagem é que as correntes elétricas emitidas pelo aparelho também têm a função de relaxar e aliviar a dor, resultando em uma recuperação muscular mais rápida.

Além dos exercícios, os atletas precisam ter outros cuidados para obterem uma melhor recuperação, como, por exemplo, uma alimentação saudável e equilibrada, treinos funcionais e descanso.

Todas essas recomendações aplicam-se também para os atletas não profissionais, os chamados atletas de final de semana. O que você precisa ter certeza é que ao praticar a recuperação ativa você está cuidando do seu corpo e prevenindo futuros problemas que possam aparecer, como a dor muscular tardia, a famosa DMT. Mas, esse é assunto para um próximo post.

Você pode gostar de...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *