O que são exercícios aeróbicos?

Caminhadas, corridas e pedaladas são atividades físicas comuns para quem deseja manter a boa forma por serem acessíveis e terem custo quase zero – menos para quem não tem bicicleta e deseja comprar uma. Além de deixarem suado e cansado, elas têm outra coisa em comum: são exercícios aeróbicos!

Mas o que são exercícios aeróbicos?

Recebem esse título as atividades que oxigenam os músculos ao serem executadas e trabalham eles de forma rítmica. Graças a isso, conseguimos aguentar o tranco por mais tempo sem sentir fadiga. Exercícios aeróbicos também são os mais indicados para quem deseja perder aquela barriga chata, pois é eficaz em queimar gorduras localizadas ao aumentar o gasto diário de calorias.

Outros benefícios são:

  • Diminuição do nível de colesterol no sangue e dos depósitos de gordura no fígado;
  • Melhor aproveitamento do oxigênio pelo organismo;
  • Previne algumas doenças (AVC, hipertensão);
  • Diminui a pressão;
  • Fortalece o sistema imunológico;
  • Melhora a autoestima;
  • Combate a depressão.
  • Fortalece o sistema respiratório e cardiovascular;
  • Reduz os níveis de estresse e ansiedade.

Como vários exercícios são englobados pelo termo aeróbico, cada pessoa pode escolher o que mais for conveniente. As opções incluem dança, corrida, natação, caminhadas, hidroginástica, patinação, entre outras. Obviamente, algumas apresentam resultados mais rapidamente que outras; correr, por exemplo, é mais eficaz do que pedalar pois exige mais esforço do organismo.

O exercício deve começar de forma progressiva, aumentando a intensidade aos poucos; ao final, a carga deve ser reduzida aos poucos. Ao fazer pelo menos três sessões de 30 minutos por semana, a perda de peso é garantida.

Antes de começar a se exercitar, alguns cuidados são importantes. Deve-se escolher roupas confortáveis e calçados adequados, para não prejudicar o corpo durante a atividade. Também não esqueça de aquecer os músculos, para não causar estresse demais neles durante o exercício, de levar uma garrafinha de água para não desidratar e de preparar uma playlist que dê uma injeção de ânimo na atividade – acredite, correr com a música certa pode fazer a diferença no rendimento.

Ah, não caia na conversa de que se exercitar em jejum queima mais gorduras. Nesse caso, seu corpo acaba usando os músculos como fonte de energia, além do desempenho ser prejudicado pela falta de “combustível”. Pode encher o tanque sem medo!

Você pode gostar de...

1 Resposta

  1. felipe disse:

    oi gente
    gostei muito desse site, parabéns pelo trabalho. 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *