O que é overtraining?

Exercícios são muito bons para o corpo e para a saúde. Porém, pegar pesado demais pode trazer consequências negativas para o seu organismo e também problemas físicos – um deles é o overtraining.

Overtraining é quando fazemos mais exercícios do que nosso corpo é capaz de recuperar. Isso acontece quando a pessoa treina de forma errada, sem respeitar os intervalos ou o tempo de recuperação. Fatores como má alimentação, vícios e estresse agravam o problema. As consequências podem ser de ordem muscular, afetar as articulações e os sistemas imunológico e psicológico.

Os primeiros sinais costumam ser:

  • Fadiga generalizada;
  • Dores de cabeça;
  • Diarreia;
  • Perda de peso;
  • Desinteresse sexual;
  • Perda do apetite;
  • Irritabilidade;
  • Ansiedade;
  • Depressão;
  • Insônia;
  • Resfriados;
  • Crescimento muscular nulo;
  • Agressividade;
  • Disfunções hormonais.

Ao perceber esses sintomas, reduza ou interrompa as atividades e consulte um médico ou fisiologista do esporte.

Vale lembrar que o overtraining não surge da noite para o dia. Não é uma sessão reforçada com menos descanso que pode causar o mal, mas sim, várias e várias sessões seguidas. O surgimento do overtraining não depende de uma uma regra exclusiva, ele varia de acordo com a fisiologia de cada pessoa.

Como tratar?

O tratamento para está doença exige a redução das atividades físicas ou, em casos mais graves, a interrupção total. Quando diagnosticada a tempo pode-se evitar problemas mais sérios e reverter o overtraining.

Em alguns casos, mudar de modalidade esportiva pode resolver a situação. Por exemplo, um atleta de corrida de rua que perceba os sintomas pode treinar na piscina, poupando o corpo com atividades mais leves.

Para prevenir o overtraining, recomenda-se avaliação física antes de se fazer exercícios e montar um treino seguro e eficiente, que respeite as limitações do corpo.

Um profissional da área pode orientar o atleta para seguir esse caminho. Ter uma dieta equilibrada, com frutas, verduras, carboidratos e proteínas também ajuda a evitar o problema.

Ao se exercitar, é importante dar atenção para os sinais que o corpo dá, justamente para evitar o surgimento de males como o overtraining. Conheça seus limites e respeite-os!

Você pode gostar de...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *